Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

Um Arquiophterix (Pássaro-Trovão) no Séc. XIX? - Facto ou lenda?


O único e último Arquiophterix já fotografado, foi capturado por trabalhadores de uma fazenda do município de Tombstone, no Arizona (EUA) em 1800. O animal foi carinhosamente baptizado pela população da região de "Thunderbird" (pássaro trovão), devido a envergadura de suas asas e a sua cor. Estranhou-se muito a captura daquela ave, pois já deveria estar extinta há vários milhões de anos devido ter vivido juntamente com os dinossauros.
Apesar de dizerem que aquele Arquiophterix foi o último existente na face da Terra, há boatos de avistamento destes animais em florestas do estado da Pensylvania. Teria ocorrido com este Arquiophterix o mesmo que supostamente ocorreu com o BigFoot?
-As primeiras histórias de "pássaro-trovão" são de 1890, na cidade de Tombstone, Arizona, e incluem uma fotografia do animal, que tinha uma envergadura de asas de 11 metros. Já os relatos dos últimos 20 anos, vêm da região da Floresta Negra, na Pensilvânia. Infelizmente ainda não existe uma obra histórica abrangente e o material publicado é pequeno. Mas os relatos das aparições dos pássaros-trovão , por vezes chamados de abutres ou águias gigantes, são um fenômeno nacional, e as descrições são tão semelhantes que Mark A. Hall, a maior autoridade no assunto, propõe uma descrição genérica baseada no testemunho ocular:
-"O pássaro é distinguido por seu tamanho e sua capacidade de alçar vôo, que supera os de qualquer outro conhecido e ainda vivo em qualquer lugar do Planeta. As estimativas da envergadura das asas são necessariamente adivinhações. Mas alguns observadores tiveram a vantagem de ver um objecto mensurável que pudessem usar como referência, ou então de ver o pássaro em repouso. O resultado informa dimensões de 4,5 a 6 metros. O pássaro em repouso ou no chão parece ter 1,20 a 2,40 metros de altura. A cor típica dos pássaros é escura: marrom, cinza ou preto."
publicado por Admin às 15:01
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009

Humano (Homo Sapiens) assassinou Neandertal.



Uma pesquisa da Universidade de Duke, da cidade de Durham, no Estados Unidos da América, indica que um homem de Neandertal pode ter sido morto por humanos modernos num confronto ocorrido há mais de 50 mil anos.

O estudo dá pistas de que os humanos modernos podem ter contribuído para o desaparecimento dos neandertais.

Os investigadores analisaram o esqueleto de um neandertal chamado Shanidar 3, um dos nove neandertais descobertos entre 1953 e 1960 numa caverna no nordeste do Iraque. Shanidar 3 foi morto entre 50 mil e 75 mil anos atrás quando tinha entre 40 a 50 anos de idade.

No esqueleto foi identificado um ferimento profundo que atingiu uma das costelas no lado esquerdo. Segundo os cientistas, este ferimento pode ter sido causado por uma lança usada pelos humanos modernos, mas não por homens de Neandertal.

"O que temos é um ferimento na costela com uma série de possíveis explicações", afirmou Steven Churchill, professor associado de antropologia evolucionária na Universidade de Duke, citado pela BBC., acrescentando que “não estamos a sugerir que aconteceu um ataque relâmpago, com humanos modernos a marchar pela terra e executando homens de Neandertal".

"Acreditamos que a melhor explicação para este ferimento reside na utilização de uma arma que pode ser lançada e, levando em conta os que a tinham e os que não tinham, isto implica em pelo menos um acto de agressão entre as espécies".

Na pesquisa, Churchill e os seus colegas usaram um arco e flecha especialmente calibrados, cópias de antigas pontas de lança feitas de pedra e várias carcaças de animais para chegar a esta conclusão.

O estudo foi divulgado pela publicação científica Journal of Human Evolution.

A investigação não conclui, no entanto, de forma definitiva quem foi o responsável pela morte de Shanidar 3 ou qual foi a razão.
tags:
publicado por Admin às 14:18
link | comentar | favorito
Sábado, 8 de Agosto de 2009

A farsa do Homem de Piltdown.


Uma farsa que durou mais de 40 anos. Se os fósseis são o registro mais seguro que os pesquisadores tem para reconstituir o remoto passado do planeta, falsificá-los é colocar em dúvida a própria pesquisa paleontológica, mas essas coisas acontecem. Mais recentemente, John Talent, um cientista australiano acusou o renomado professor Viswa Jit Gupta, da Universidade de Panjab, na Índia, de ter enviado fósseis a um colega alemão como se tivessem sido descobertos por ele na cordilheira do Himalaia. Eram do Marrocos. Mas, o mais célebre caso de fraude paleontológica, porém, ocorreu no começo do século 20, quando o arqueólogo inglês Charles Dawson anunciou ter encontrado exemplares fósseis do que seria do homem de Piltdown, em Sussex, na Inglaterra.
A descoberta teve um papel decisivo nos rumos das pesquisas sobre a origem e a evolução do homem, mas em 1953, exames espectógrafos com raios X e testes com flúor revelaram uma grosseira montagem: Os fragmentos cranianos pertenciam na realidade a um homo sapiens de 10 mil anos, o maxilar, cujos dentes foram limados para simular desgaste e envelhecidos quimicamente, era provavelmente de um orangotango. E o homem de Piltdown sumiu dos livros de paleontologia.
A principal razão porque Piltdown não foi desmascarado como fraude mais cedo foi devido aos cientistas não terem acesso às "provas," que foram fechadas no Museu Britânico. Em vez de focarem a atenção no exame dos "factos" mais cuidadosamente para descobrir a fraude, não puderam sequer examinar a prova fisica! Tiveram de usar moldes e ficar satisfeitos com rápidos olhares aos originais para comprovar que os moldes eram exactos.

A moral de Piltdown é que a ciência é falível, uma actividade humana que nem sempre toma o caminho mais directo para compreender a natureza. Quando uma anomalia como a descoberta de um crânio humano com um maxilar de macaco ocorre deve-se encaixar numa nova teoria, re-examinar a prova em busca de erros de interpretação, ou mostrar que não é uma anomalia e encaixá-la na teoria existente. O que dirige um cientista pode ter mais a ver com as expectativas pessoais e preconceitos culturais do que uma objectividade mitica atribuivel a uma Teoria Geral da Verdade e Conhecimentos Objectivos.
publicado por Admin às 00:50
link | comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Eva Braun__________A Life.

Eva Braun: 1912- 1945.



Video: Colorido
Resolução: 320X215
Formato: Avi
Tamanho: 43 MB
Audio: Música de fundo
Imagens Históricas raras.
LINK

publicado por Admin às 14:29
link | comentar | favorito
Domingo, 19 de Julho de 2009

WW II - RARE COLOR FILM (HITLER`S LAIR).

Micro-documentário sobre o lar de Adolph Hitler, comentado em Inglês com imagens raras do antigo líder alemão e daqueles/as que o rodeavam durante a Segunda Grande Guerra.


Imagem: Colorida
Resolução: 320X214
Audio: Inglês
Tamanho: 22 MB
LINK
publicado por Admin às 19:00
link | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

MONSTROS DA IDADE DO GELO - O MEGALEÃO.


O Mega-Leão, foi um primo gigante de 670 quilos dos leões modernos ficando como carnívoro supremo da altura, ao nível do Urso de Focinho Curto, um terror de 3,5 metros de altura equipado com enormes garras e músculos.
tags:
publicado por Admin às 15:28
link | comentar | favorito

Benjamin Franklin (1706-1790).


Benjamin Franklin

Boston, 1706 - Filadélfia, 1790


Estadista e físico norte-americano, Filho de um modesto fabricante de velas, começa a trabalhar aos dez anos como aprendiz no estabelecimento do pai. Posteriormente passa para a tipografia do seu irmão James. Ao mesmo tempo dedica todo o seu tempo livre a instruir-se. O Ensaio sobre o Entendimento Humano, de Locke, e The Spectator, de Addison, exercem grande influência sobre o seu espírito. Em 1723, Franklin visita Nova Iorque e Filadélfia e, finalmente, viaja para a Grã-Bretanha, onde aperfeiçoa a sua educação.

De novo na América, Franklin cria por sua vez uma tipografia e funda uma revista (Poor Richard´s Almanac) e um jornal. Pouco depois cria um clube, funda uma biblioteca, um hospital, uma companhia de seguros contra incêndios, etc.

Apesar de tantas ocupações, Franklin continua a ocupar-se da sua formação e dos seus estudos. Entrega-se com entusiasmo à investigação dos fenómenos eléctricos. Uma série de trabalhos empreendidos entre 1746 e 1747 conduzem-no à invenção do pára-raios. A Royal Society de Londres e a Academia de Ciências de Paris abrem-lhe as portas. Estuda alguns problemas relacionados com o crescimento demográfico, a contaminação do ar e a higiene e inventa os óculos bifocais e a estufa que tem o seu nome.

Ao iniciar-se a revolução das colónias da América do Norte, os colonos encarregam-no em 1757 de defender os seus interesses em Londres. Em 1763, após a sua eleição na Assembleia da Pensilvânia, encarregam-no de transmitir a Lord Granville a sua queixa por causa dos impostos. Em 1772, Franklin consegue dispor de cartas e documentos do governador inglês de Massachusetts, Hutchinson, e do alto funcionário Oliver, onde os colonos são tratados com o mais insultante desprezo. Publica estes documentos e é quase detido como rebelde. Recebido triunfalmente em Filadélfia (1775),é eleito deputado do primeiro congresso norte-americano. Franklin, com Jefferson e John Adams, redige o manifesto da declaração de independência (1776) e encarrega-se de negociar uma aliança com França.

Em Paris é acolhido com entusiasmo e, em 1778, assina o tratado de amizade entre a França e os Estados Unidos da América. Em 1779 assina um tratado semelhante com a Espanha e, em 1783, a Paz de Versalhes, tratado de paz com a Grã-Bretanha. Franklin não volta aos Estados Unidos até 1785. Neste mesmo ano preside ao Conselho Executivo de Filadélfia e em 1787 participa na Convenção de Filadélfia. Morreu de pleurisia em 1790.
Escreve numerosos ensaios e uma autobiografia, Memórias da Vida e Escritos de Benjamin Franklin. Estas memórias, publicadas em 1817, constam de duas partes. A primeira, redigida em forma de cartas ao seu filho, é escrita em 1771, durante a estada de Franklin em Inglaterra. Nela narra a história da sua vida até aos vinte e sete anos. A segunda parte já não é dirigida ao filho, que na guerra da independência se coloca ao lado dos Britânicos. Inicia-a em 1784, em Passy (França), e continua-a em Filadélfia. Chega até 1757 e trata do seu trabalho nos assuntos públicos. Estas memórias contêm sólidas reflexões morais.
publicado por Admin às 13:29
link | comentar | favorito

O Fogo Grego.


Arma criada pelos bizantinos era usada em combates no mar por sua grande eficiência neste tipo de conflito. Ela consistia em uma refinada mistura química à base de petróleo bruto, conhecido como nafta. A tecnologia de bombeamento por tubos de bronze do nafta pressurizado para lançar o fogo foi desenvolvido por um homem chamado Kallenillos. Ele mostrou sua Arma aos bizantinos em 668d.c., que a usaram para acabar com o cerco que durava cerca de 07 anos que os mulçumanos impunham a Constantinopla pelo mar,assim acabando com toda a frota e o cerco Naquela época era uma arma temida por muitas nações. As chamas desse sistema eram impossíveis de apagadas. Levando a morte rapidamente. Não se extinguia na água. Durante séculos ele foi o grande trunfo da força naval bizantina, mas apenas nos anos 1.200 a arma ganhou o nome de Fogo Grego dado pelos europeus ocidentais nas cruzadas. A fórmula é uma arte perdida com tentativas de produzi-la no decorrer dos séculos, mas todas fracassaram.
tags:
publicado por Admin às 13:11
link | comentar | favorito
Sábado, 4 de Julho de 2009

A Arte no III Reich.

O que sabe verdadeiramente sobre o III Reich? -Neste pequeno mas Históricamente valioso video póde ver obras de Arte de inigualável qualidade! Quadros, esculturas, obras magnificas feitas durante a vigencia do III Reich.

Formato: AVI

Resolução: 320 x 240

Tamanho: 22 MB

LINK

publicado por Admin às 21:37
link | comentar | favorito
Domingo, 21 de Junho de 2009

GULAG 113 - Trailer.

Trailer for award winning documentary film "GULAG 113" by Marcus Kolga. The film follows 89-year-old Eduard Kolga as he travels from his home in Canada, back to the GULAG camp where he nearly died from starvation and disease in 1941-42.

publicado por Admin às 14:23
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.últ. comentários

Este link não funciona. Por favor, coloque um novo...
cria um novo link por favor
http://youtu.be/jb3FvmaWtRo
Meu sonho è ter sexo com ela...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Si quieren ver mas de ella visiten: http://bootyc...
adoro documentarios !!!show de bola esse blog !!!!...
eu saquei o jogo mas nao consigo jogar, ele foi te...
em 1º lugar, para os que tem o minimo de conhecime...
blogs SAPO

.subscrever feeds